Válvulas Industriais: conheça agora como elas são classificadas

Existe uma grande variedade de válvulas. Seja para uso geral ou finalidades específicas, essas peças são usadas em todo tipo de setor nos processos de bloqueio, controle e dosagens de fluidos. Por isso, saber diferenciar e fazer uma correta aplicação de cada modelo é fundamental para garantir o melhor custo/benefício.

Para esclarecer de forma simples e prática as diversas modalidades desses instrumentos, listamos abaixo os principais tipos de válvulas e os classificamos conforme sua atuação.

1. Válvulas de Bloqueio (block-valves)

·         Válvulas de gaveta (gate valves);

·         Válvulas de macho (plug, cock valves);

·         Válvulas de esfera (ball valves);

·         Válvulas de comporta (slide, blast valves).

Denominam-se válvulas de bloqueio as que se destinam primordialmente a apenas estabelecer ou interromper o fluxo. Por isso, só devem funcionar completamente abertas ou completamente fechadas.

As válvulas de bloqueio costumam ser do mesmo diâmetro nominal da tubulação, com uma abertura de passagem de fluido com secção transversal comparável com a da própria tubulação.

2. Válvulas de Regulagem ou de Controle (throttling valves)

·         Válvulas de globo (globe valves);

·         Válvulas de agulha (needle valves);

·         Válvulas de controle (control valves);

·         Válvulas borboleta (butterfly valves);

·         Válvulas de diafragma (diaphragm valves).

Válvulas de regulagem são destinadas especificamente para controlar o fluxo, podendo trabalhar em qualquer posição de fechamento parcial.

Esse modelo é, às vezes por motivo de economia, de diâmetro nominal menor do que a tubulação.

As Válvulas borboleta e de Diafragma, embora sejam especificamente de regulagem, também podem trabalhar como válvulas de bloqueio.

3. Válvulas que permitem o fluxo em um só sentido

·         Válvulas de retenção (check valves);

·         Válvulas de retenção e fechamento (stop-check valves);

·         Válvulas de pé (foot valves).

O objetivo é garantir que o fluxo seja unidirecional e impeça o retorno do mesmo.

4. Válvulas que Controlam a Pressão de Montante

·         Válvulas de segurança e de alívio (safety, relif valves);

·         Válvulas de excesso de vazão (excess flow valves);

·         Válvulas de contrapressão (back-pressure valves).

O objetivo é garantir que a pressão antes da mesma seja controlada.

5. Válvulas que Controlam a Pressão de Jusante

·         Válvulas redutoras e reguladoras de pressão;

·         Válvula de quebra-vácuo (ventosas).

Objetivo é garantir que a pressão depois da mesma esteja controlada.

Um projeto completo e bem dimensionado deve sempre fazer uso da maior parte desses modelos de válvulas industriais. Por isso, esteja sempre bem informado sobre os melhores modelos e fabricantes desses equipamentos, garantindo montagens mais seguras, tanto para o processo quanto para as pessoas ao redor.

Para isso, você pode sempre contar com a Casa das Válvulas na orientação e fornecimento das melhores marcas do país e do mundo. Você pode também consultar mais informações em nosso infográfico de Válvulas Industriais e Suas Aplicações.