• +55 (31) 2565-2005 | +55 (31) 9 9342-0024
    comercial@casadasvalvulasmg.com.br

Válvulas de emergência: cuidados para aumentar a vida útil do equipamento

Válvulas de emergência: cuidados para aumentar a vida útil do equipamento

Válvulas de emergência são importantes em processos de vários setores da indústria. Esses componentes necessitam de enquadramento às especificações técnicas (normas de segurança), olhar atento quanto a um ciclo de vida confiável e resposta imediata a situações perigosas.

Para uma refinaria, por exemplo, essas válvulas on-off são necessárias para garantir o máximo de confiabilidade à operação. Se um componente desse tipo falhar e não fechar em uma situação emergencial, o erro poderá causar prejuízos na produção e, pior, impactos negativos à saúde das pessoas e ao meio ambiente.

Portanto, é necessário atenção a esse instrumento que pouco age, mas que é detentor de grande e incisiva responsabilidade.

Acionamento perfeito e imediato

Seguindo a linha de raciocínio do exemplo anterior, sobre uma refinaria da indústria de oil & gas, as válvulas lidam com hidrocarbonetos explosivos e tóxicos, devendo manter sua estanqueidade de fechamento inicial para gases, demonstrando nível de emissões de escape baixo e em conformidade com os padrões. Caso contrário, vazamentos em suas hastes poderão ser recorrentes.

Sendo assim, fica claro que esses componentes trabalham com precisão no tempo certo. Para isso, precisam de alto desempenho, qualidade de projeção e enquadramento às normas de segurança, entre elas as de proteção contra incêndio (API 607), de acordo com o IEC 61508 (International Electrotechnical Commission) e níveis de integridade de segurança (SIL), garantindo resistência a condições adversas.

Válvulas de emergência, denominadas ESD, referem-se a todas relacionadas ao sistema de segurança, incluindo as de desligamento, parada de emergência e ventilação de emergência.

Esses dispositivos devem funcionar perfeitamente em situações não premeditadas, mantendo suas características operacionais e especificações dos requisitos originais de segurança. E esse é seu grande desafio.

As válvulas de emergência não estão continuamente abrindo, fechando ou estrangulando como uma válvula de controle típica. Normalmente, elas permanecem em uma posição estática por longos períodos e espera-se que funcionem de maneira confiável em situações de perigo. Porém, nessa condição estática, estão sujeitas a desenvolverem defeitos e não funcionarem, quando necessário.

Nesse contexto, um dos principais cuidados com esses componentes é o monitoramento, por meio de testes, com periodicidade e frequência.

Testes para uma vida útil prolongada das válvulas de emergência

O método tradicional de teste de um sistema de segurança é efetuar o seu desligamento, deixando-o inoperante por um período relacionado ao ciclo de segurança, conforme as normas IEC61508 e IEC61511 e em várias fases, incluindo a operação mais longa e o período de manutenção.

Na parte de análise, o profissional responsável levantará dados sobre tolerância ao risco, para só então determinar que nível de segurança se faz necessário e quais as probabilidades de perigo.

Os níveis precisos serão obtidos conforme as normas do IEC, da International Society of Automation (ISA) e das SILs, que quantificarão as metas de desempenho dos sistemas instrumentados. Esses SILs definirão o risco de 1 a 3.

Na fase de operação, a válvula é continuamente testada para alcançar nesse teste qualidade on-off, ou seja, a válvula de 0 a 100%. Como esse trabalho requer tempo, e a produção é interrompida, muitos gestores de operações demoram para executar esses testes.

Contudo, com a transformação digital e o movimento da Indústria 4.0, o acesso a Inteligência artificial (IA) possibilita a muitas empresas a realização desses testes via online, por meio de instalação de uma válvula de derivação ao redor daquela de emergência ou por prova parcial do dispositivo, sem precisar parar a produção inteira.

Alta qualidade – melhor performance

Prolongar a vida útil de uma válvula de emergência envolve conhecimento de sua importância e atenção à periodicidade de seus testes, já que a possibilidade de não funcionamento é uma ameaça silenciosa e que pode ser catastrófica.

Além disso, é assertivo alinhar esse prolongamento à qualidade, fator que garantirá a precisão e alto desempenho dos equipamentos. Nesse aspecto, a Casa das Válvulas oferece os melhores produtos que atendem às mais altas especificações internacionais e equipamentos especiais para condições de emergência.

Trabalhamos com conexões completas para aparelhos e equipamentos de linhas de vapor, gases, ar e líquidos, densos ou não, para atender a esse segmento. Entre em contato com nosso time de especialistas.

Deixe uma resposta