• +55 (31) 2565-2005 | +55 (31) 9 9342-0024
    comercial@casadasvalvulasmg.com.br

Os problemas mais comuns das válvulas industriais: por que eles ocorrem?

Os problemas mais comuns das válvulas industriais: por que eles ocorrem?

As válvulas industriais são fundamentais para manter o funcionamento regular de qualquer indústria. Sem esses dispositivos mecânicos, a linha de produção nas empresas seria comprometida. De modo geral, o seu uso serve para controlar o ar comprimido, os gases, os líquidos, o óleo e o vapor. 

Escolher o modelo correto para o seu negócio é importante, para não desgastar a válvula e prejudicar a sua performance. Caso o componente seja selecionado incorretamente, esse será o principal motivo para a ocorrência de gargalos na linha de produção das indústrias.

Daí a importância de realizar vistorias frequentes, além de ter cuidados básicos de manutenção para evitar os problemas mais comuns do dia a dia, a exemplo de entupimentos, travamentos, vazamentos, entre outros.

5 aspectos que prejudicam o desempenho das válvulas industriais 

Entre os fatores mais recorrentes nas empresas, podemos destacar 5 aspectos mais comuns que prejudicam o desempenho das válvulas industriais, desde a escolha do modelo até a maneira como ela é operada, independentemente do segmento industrial. Confira:

  • Válvula incorreta: o modelo de válvula adequado é aquele que considera de forma primaz a função esperada do equipamento, além do fluido, pressão e temperatura. A escolha errada do dispositivo impacta diretamente na produção da empresa; 
  • Montagem indevida: o modelo pode ser o correto, mas a montagem errada também pode ocasionar vazamentos, por exemplo, quando as flanges não estão em paralelo;
  • Manutenção: acompanhar o desempenho do dispositivo é fundamental, inclusive o mercado disponibiliza ferramentas digitais para fazer uma manutenção preventiva, antes do problema acontecer;
  • Aplicação: como o próprio nome revela, a especificação não feita corretamente significa que a válvula foi escolhida incorretamente para desempenhar a função desejada nas condições pré determinadas. Por exemplo, quando você instala uma válvula borboleta para trabalhar no lugar de uma válvula de esfera;
  • Operação: esse último item está vinculado com o serviço do operador. Um exemplo é quando o colaborador não fecha a torneira na sua totalidade, conforme a especificação, deixando-a entreaberta.

A Casa das Válvulas está pronta para te atender

O mercado possui modelos variados de válvulas industriais, mas ainda assim você deve escolher a mais adequada para o seu negócio. Isso significa que não existe a válvula perfeita. 

Portanto, antes de qualquer decisão, leve em consideração quatro regras básicas:

  • o tipo de fluido e qual modelo de válvula industrial melhor atende esse material;
  • o ambiente em que será implementada;
  • a durabilidade;
  • o custo-benefício do dispositivo.

Ficou com dúvidas? A Casa das Válvulas está pronta para lhe atender e orientar sobre qual é o modelo mais assertivo para a sua empresa. Entre em contato conosco por meio do nosso site. Também estamos no Facebook e no LinkedIn.

Deixe uma resposta