Como funcionam as válvulas de guilhotina?

Como funcionam as válvulas de guilhotina?

Válvulas de guilhotina são comumente usadas em aplicações de líquidos, lama e pó que incluem celulose e papel, manuseio a granel, mineração, alimentos, bebidas, produtos químicos e tratamento de águas residuais projetadas principalmente para operações on-off e isolamento.

Válvulas de guilhotina usam uma lâmina com uma extremidade afiada ou chanfrada para cortar líquido pesado e interromper o fluxo. O design da guilhotina permite que a lâmina de metal deslize através da lama e líquidos espessos com rapidez e facilidade, tornando-as inestimáveis ​​quando se trata de aplicações que envolvem fluidos viscosos, lama e outros sistemas onde o choque é um problema.

Hoje as válvulas de guilhotina podem ser encontradas em todos os lugares, como em plantas de processamento, biocombustíveis e industriais. Elas também estão disponíveis com vários tipos de atuadores, fornecidos em diferentes materiais e tamanhos.

As válvulas de guilhotina são compactas, tornando-as fáceis de instalar. Com sedes e vedações substituíveis, permitindo uma manutenção simples.

Principais aplicações das válvulas de guilhotina

Válvulas de guilhotina não devem ser utilizadas para regular o fluxo. Sempre que o fluido for forçado contra uma comporta parcialmente fechada, irá corroer gradativamente o disco e a sede, resultando em manutenção constante ou na necessidade de substituição completa da válvula.

Consequentemente, as válvulas de guilhotina só devem ser usadas para fechar ou abrir completamente o fluxo, permitindo a passagem plena do fluido. Além disso, essas válvulas são projetadas para abrir e fechar lentamente para proteger contra os impactos do golpe de aríete.

Essas válvulas também são restritas a baixas pressões e não são recomendadas com gases ou pó. Quando o pó sólido seco passa por uma válvula de guilhotina, ele tende a se acumular nas vedações macias ao redor da comporta e a sede ao longo do tempo se desgastará. Eventualmente, a comporta não fechará e começará a vazar pó seco.

Nesta situação, você precisará substituir a vedação ao redor da faca assim que começar a vazar e, dependendo de onde a válvula está instalada, pode ser necessário remover todo o conjunto de válvulas da tubulação, o que em alguns casos, pode ser difícil devido ao tamanho dos equipamentos.

Tipos e modelos de válvulas de guilhotina

Na Casa das Válvulas, fornecemos válvulas guilhotina que são projetadas para trabalhos árduos, em uma variedade de materiais e projetos, incluindo Unidirecional ou Bidirecional, onde o projeto do corpo e da sede irá garantir o não entupimento para fornecer um fechamento hermético, seja em meios líquidos ou sólidos em suspensão.

Válvulas de guilhotina com acionamento manual

As válvulas de guilhotina manuais têm um volante que, uma vez rodado, faz a haste subir ou descer, permitindo que a guilhotina/lâmina metálica seja elevada e abaixada. Girar o volante no sentido horário fará com que a comporta abaixe e a válvula feche. Girar o volante no sentido anti-horário levantará a comporta e a válvula abrirá.

Disponível em Ferro Fundido, Aço Inoxidável e Ferro Dúctil, em vários tamanhos e designs com várias acomodações de flange.

Válvulas de guilhotina com acionamento atuado

Usando as mesmas especificações das válvulas manuais, apenas o volante é substituído por um poderoso atuador pneumático/elétrico disponível para processos e aplicações industriais em geral, incluindo mineração, tratamento de água, lama, biomassa e planta de geração elétrica.

Os modelos são oferecidos em formatos uni e bidirecional, adequado para caber entre várias interfaces de flange e uma grande variedade de materiais e vedações diferentes.

Principais modelos de válvulas de guilhotina

Já entre os modelos disponíveis no mercado, encontramos mais comumente as válvulas de guilhotina tipo:

Wafer BR: esse modelo é bidirecional tipo wafer, projetado para aplicação na indústria em geral. A forma construtiva do corpo e da sede possibilita um fechamento sem incrustação de sólidos.

Wafer com manga VG: esse modelo é bidirecional wafer, dotada de duas mangas elastoméricas com alma metálica, projetada para utilização no tratamento de fluidos abrasivos.

Flangeada com manga WG: esse modelo é bidirecional flangeada, dotada de duas mangas elastoméricas com alma metálica projetada, para utilização no tratamento de fluidos abrasivos.

Válvulas de Guilhotina vs Válvulas de Gaveta

Já criamos aqui no canal um conteúdo totalmente dedicado a explicar as diferenças entre as Válvulas de Guilhotina e Válvulas de Gaveta. Mas, resumidamente, ambas as válvulas são projetadas para funções on-off, sendo completamente abertas ou fechadas e não adequadas para regular o fluxo.

Ambos os tipos de válvula abrem e fecham lentamente, ajudando a reduzir o risco de golpe de aríete. Você também pode usar os dois modelos para lamas, óleos pesados, tratamento de água e água limpa.

Porém, uma das mais notáveis diferenças ​​entre as Válvulas de Guilhotina e as Válvulas de Gaveta é que a guilhotina possui um disco afiado para ajudar a cortar a polpa ou fluxo viscoso. Além disso, a válvula de guilhotina tem uma largura face a face bem menos, tornando-a mais compacta em comparação com a válvula de gaveta, que é dimensionalmente mais larga. Isso torna a válvula de guilhotina muito mais leve, bem como aerodinâmica, sendo assim uma escolha mais desejável para muitas aplicações.

Instalações com válvulas de guilhotina são normalmente encontradas em estações de tratamento de águas residuais, fábricas de produtos químicos, mineração, fábricas de cimento, bem como em muitas outras aplicações industriais, enquanto válvulas de gaveta são normalmente encontradas em adutoras de água potável, redes de distribuição e estações de bombeamento de água potável.

Segurança e longevidade com válvulas de guilhotina

As válvulas de guilhotina são uma ótima escolha para tubulações e sistemas que contam com polpas ou sólidos em suspensão. Entretanto, é preciso garantir um alto nível de precisão, já que falhas podem ter efeitos devastadores na planta e no ambiente que atuam.

Em mineração, além do risco humano e ambiental, há os prejuízos financeiros exorbitantes que podem originar uma falha. Por exemplo, vazamentos de minérios são corrosivos e podem danificar vários equipamentos.

Para ajudar nossos clientes terem sempre a garantia de boas escolhas na hora da compra, a Casa das Válvulas possui grandes parcerias que oferecem soluções que alcançam grande precisão e segurança.

Uma das marcas ofertadas é a Orbinox, há mais de 50 anos projetando, fabricando e comercializando válvulas guilhotina, comportas, dampers e equipamentos hidromecânicos. Com 6 plantas fabris na Europa, Américas e Ásia, 12 centros de vendas e uma extensa rede de distribuição em todo o mundo, a ORBINOX está presente atualmente em mais de 70 países através dos cinco continentes.

Em contrapartida, a Casa das Válvulas também oferece, com exclusividade no Brasil, as válvulas guilhotina da NewCon Co. Seus produtos oferecem isolamento 100% a jusante, sem o inconveniente de vazamento para a atmosfera, garantindo escoamento zero. A polpa é mantida internamente no sistema de tubulação, durante seu longo período de vida.

Por mais de 40 anos, a empresa vem produzindo válvulas para sistema abrasivos e provando dia a dia que possui o melhor produto, com maior durabilidade e preço competitivo.

Por isso, se precisar de válvulas de guilhotina, pode sempre contar com a Casa das Válvulas e nosso time de especialistas para te orientar nas melhores escolhas para seus projetos!

Deixe uma resposta

*